Aprovada pauta da Campanha Salarial de 215 mil metalúrgicos da CUT/SP

postado em: Notícias | 0

Plenária reuniu representantes dos metalúrgicos da CUT de todo o estado

Representantes dos 14 sindicatos filiados à Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT de São Paulo (FEM-CUT/SP), aprovaram por unanimidade a pauta de reivindicações para a Campanha Salarial deste ano. A data-base da categoria é 1º de setembro.

A decisão foi tomada durante encontro realizado nesta quarta-feira (28) na sede da FEM-CUT/SP, em São Bernardo do Campo (SP) e destaca como principais pontos para as negociações com a bancada patronal a reposição da inflação, aumento real, valorização dos pisos, redução de jornada para 40 horas sem redução de salário e licença maternidade de 180 dias para os grupos 8, 10 e Estamparia.

Neste ano, as cláusulas sociais não entram na pauta, pois foram negociadas no ano passado com validade de dois anos.

Mais de 215 mil metalúrgicos nos setores de máquinas, eletrônicos, autopeças, forjaria, parafusos, trefilação, laminação de metais ferrosos, lâmpadas, estamparia e fundição, entre outros no Estado estão na Campanha (confira quadro).

Os metalúrgicos nas montadoras participarão de forma solidária, já que têm acordos fechados por longo prazo, com inclusão de novos investimentos e produtos nas unidades.

Na plenária, foi aprovado também o calendário da Campanha, que começa com o período de 2 a 9 de junho para as assembleias nas fábricas para que os trabalhadores possam debater e votar a proposta de pauta da FEM-CUT.

A entrega da pauta acontecerá na Fiesp, a federação patronal, para todos os grupos em Campanha, em data a ser definida.

Licença maternidade de 180 dias para todas
Apesar das cláusulas sociais não estarem na pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2014, a licença maternidade de 180 dias fará parte das negociações com os grupos 8, 10 e Estamparia.

O motivo é que nestes grupos a cláusula é facultativa ou a licença é de 150 dias, no caso do G10. A luta é para que este direito seja igual para todas as companheiras na base dos metalúrgicos da CUT em todo Estado de São Paulo.

Fonte: SMABC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × cinco =