Proposta da FIEMG não repõe nem a inflação

postado em: Notícias | 0

Na sexta-feira passada (29/08), foi realizada na Fiemg, a primeira reunião de negociação da campanha salarial 2014 com os representantes da bancada patronal. Como já era esperado, a proposta econômica apresentada pelos patrões ”nem de longe” atende a expectativa dos trabalhadores, pois sequer repõe a inflação do periodo, estimada pelo DIEESE em 6,63%.

Na reunião, a Fiemg propôs um reajuste nos salários, na sua melhor faixa, de 4% agora + 1% em março de 2015.

A proposta é tão mixuruca que ela foi rejeitada ainda na mesa. Depois de um ano sem aumento salarial, é justo companheiros receber uma proposta vergonhosa como essa?

A próxima reunião de negociação está agendada para o dia 15 de setembro.

Um levantamento do DIEESE divulgado recentemente mostrou que 100% da categoria metalúrgica no Brasil conquistou aumento real nos acordos assinados no primeiro semestre deste ano.

Apesar disso, a expectativa dos representantes dos trabalhadores metalúrgicos de Minas é de uma negociação difícil, já que em São Paulo e no Rio Grande do Sul, onde a campanha salarial começou há vários meses, as negociações não avançam porque os patrões de lá estão intransigentes.

Agora é preciso intensificar a mobilização nas fábricas

Para o presidente do Sindicato, Geraldo Valgas, diante dessa proposta medíocre apresentada pela FIEMG aos trabalhadores metalúrgicos de Minas Gerais, não resta outro caminho para a categoria que o de intensificar a mobilização nas fábricas.
“Para conquistar a vitória nesta campanha salarial será fundamental a participação dos trabalhadores na luta. Sem o envolvimento da companheirada nas mobilizações será difícil conquistar o atendimento das nossas reivindicações.
Chegou a hora dos metalúrgicos de Minas mostrarem sua força e exigirem valorização com reajustes salariais dignos e melhores condições de trabalho. É hora de intensificar a luta nas fábricas”, concluiu Valgas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − 4 =