Proposta da Fiemg volta a decepcionar os metalúrgicos de Minas

postado em: Notícias | 0

Companheiros no dia 10 (sexta-feira), foi realizada mais uma rodada de negociação com a Fiemg. A expectativa dos trabalhadores era a de ouvir dos patrões uma proposta de reajuste decente, mas não foi isso o que aconteceu.

Embora tenham avançado um pouco, a nova proposta de reajuste salarial dos patrões ainda sequer repõe a inflação do período. De tão ruim essa nova proposta foi rejeitada novamente na mesa de negociação.

Os representantes dos trabalhadores, para mostrar disposição de avançar nas negociações apresentaram uma contraproposta onde, entre outras, reduz a reivindicação de aumento nos salários de 11% para 10%.

Os patrões se comprometeram em levar nossa contraproposta em assembleia patronal para votação. Uma nova reunião de negociação foi agendada para o dia 20 de outubro (segunda-feira).

Os sindicatos metalúrgicos do Estado envolvidos na campanha salarial se reuniram na semana passada decidiram intensificar as mobilizações. Portanto companheiro, quando for realizada atividade na portaria da sua fábrica, participe e pare para ouvir o recado dos Sindicatos.

Essa luta é sua, nossa e de todos os metalúrgicos de Minas gerais. Só com o envolvimento de todos vamos vencer a intransigência dos patrões e conquistar nossas reivindicações.

Nossas reivindicações

-Manutenção das demais cláusulas da CCT
-Aumento salarial de 10%
-Abono de R$ 2.529,91
-Piso salarial de R$ 1.949,48
-Garantia de emprego de 90 dias
-Abono de férias de um salário nominal
-Transporte gratuito
-Ticket alimentação de R$ 499,50
-Auxilio creche de R$ 301,03

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 4 =