8 DE MARÇO: Mulheres contra a “lama” que violenta, destrói e mata

postado em: Notícias | 0

 

Mulheres de todo o Estado marcharão em Belo Horizonte em protesto contra crime socioambiental em Mariana e contra as constantes violações sofridas

A principal data da agenda feminista será celebrada com uma ação das mulheres de todas as regiões do Estado, em Belo Horizonte. Mais de duas mil participantes são esperadas para o 8 de março unificado que, neste ano, acontecerá em dois momentos. A programação do evento se inicia hoje (7), com uma formação na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e se encerra na tarde do dia 8, com o tradicional ato pelas ruas da cidade.
“Qual o modelo de desenvolvimento as mulheres querem?” é o questionamento central feito à sociedade, em protesto ao crime socioambiental ocorrido em Mariana e às constantes violações de direitos sofridas pelas mulheres em seus territórios.
Agricultoras familiares, indígenas, extrativistas, quilombolas, mulheres urbanas e rurais de diversas partes do Estado vão visibilizar suas reivindicações e a riqueza das experiências e alternativas que têm construído nos movimentos sociais, sindicais e estudantis.

7/3 – Formação na ALMG
8/3 – Ato político-cultural, com concentração na Praça da Liberdade às 16 h

Fonte: CUT MG

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − 5 =