Morre terceiro trabalhador vítima de acidente em Ouro Branco (MG)

postado em: Notícias | 0

Faleceu neste domingo (3/09), Sandro Barbosa Gomes, de 38 anos, trabalhador terceirizado da empresa Oil Trade, que estava entre os feridos na explosão da usina Gerdau em Ouro Branco (MG), no dia 15 de agosto. Ele estava internado no Hospital de Pronto Socorro Felício Rocho, em Belo Horizonte desde o dia do acidente.

Outras duas pessoas morreram na explosão: Fernando Alves Peixoto, de 40 anos, e de Cristiano Rodrigo Marcelino, de 35, funcionário da Convaço (empresa terceirizada). No acidente, 10 trabalhadores ficaram feridos e, segundo a Gerdau, três deles continuam internados em Belo Horizonte.

As vítimas atuavam na área de coqueria, que é uma das etapas da produção do aço. Segundo a Gerdau, a área estava em manutenção preventiva quando aconteceu a explosão. A causa ainda não foi esclarecida. A Polícia Civil está investigando o caso.

O acidente do dia 15 de agosto foi o terceiro em nove meses na unidade de Ouro Branco. Os três juntos causaram a morte de oito trabalhadores e deixaram dezenas de feridos. Cerca de 4 mil funcionários trabalham na empresa em Ouro Branco.

A falta de segurança no trabalho na Usina da Gerdau e essa série de acidentes provocaram manifestações de solidariedade e de protesto contra o trabalho precário em várias unidades da empresa não apenas no Brasil, mas também na Colômbia, República Dominicana, Estados Unidos e Canadá.

A IndustriALL Global Union – federação mundial dos trabalhadores na indústria – também enviou documento à direção da Associação Latino-Americana do Aço pedindo o estabelecimento de acordo marco internacional com as indústrias siderúrgicas que garanta condições de trabalho seguras e saudáveis nas empresas do setor em todo o continente.

Fonte: CUT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + dezoito =