11º CONGRESSO CNM/CUT: METALÚRGICOS DE BH/CONTAGEM INTEGRAM DIRETORIA DA CONFEDERAÇÃO

postado em: Notícias | 0

Quatro diretores do Sindicato dos Metalúrgicos de BH/Contagem e região (Sindimetal) foram eleitos para a nova diretoria da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT), durante o 11º Congresso, que aconteceu nos dias 9, 10 e 11 de maio, em Guarulhos, SP.

O Sindimetal tem dois representantes na diretoria executiva. Mario Henrique foi eleito para a Secretaria de Política Sindical e Heraldo Ferreira foi reeleito na Secretaria de Comunicação.
A secretaria de mulheres do Sindimetal, Margareth Gonçalves, foi eleita na diretoria plena da CNM/CUT. O secretario de políticas sociais do Sindimetal e presidente da FEM/CUT/MG, Marco Antônio, foi eleito como representante da Federação.

Participaram do 11º Congresso, o presidente do Sindimetal, Geraldo Valgas, o secretario de finanças, Valdinei Ferreira, e os diretores Maximiliano Machado (Max), Maria Dorvalina Ferreira (Dora), Edson José da Silva (Edinho), Carlos Juvêncio (Dedinho), Adilson Pereira e Stefânio Marques.

O metalúrgico gaúcho Loricardo de Oliveira foi eleito na presidência da Confederação, substituindo o Paulo Cayres (Paulão).

REDUÇÃO DA TAXA DE JUROS

Durante o 11º Congresso foi lançada a campanha pelo impeachment do presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, responsável por manter a taxa básica de juros do país em 13,75% ao ano.

“É preciso que haja uma mudança urgente na política de juros do país. A taxa Selic a 13,75% aumenta o desemprego, encarece o crédito e inviabiliza o crescimento do Brasil. O Sindicato dos Metalúrgicos de BH/Contagem e região vai abraçar a campanha pelo impeachment do Campos Neto, pressionando os senadores mineiros”, disse Geraldo Valgas, presidente do Sindimetal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − 8 =