Nova proposta da FIEMG é mais uma provocação para metalúrgicos de Minas

postado em: Notícias | 0

Em mais uma rodada de negociação pela campanha salarial realizada hoje, 20 de outubro, os patrões voltaram a apresentar uma proposta de reajuste salarial que não atende a expectativa dos trabalhadores, pois sequer repõe a inflação do período. De tão ruim que ela é foi rejeitada ainda na mesa de negociação. Uma nova reunião foi agendada para o dia 31 de outubro, às 10 horas.

Em São Paulo, a patronal está adotando a mesma postura intransigente dos patrões de Minas. Só que lá, trabalhadores de várias fábricas pararam a produção e conseguiram arrancar um acordo vitorioso, com aumento real nos salários.

Essa postura intransigente dos patrões está gerando revolta nos trabalhadores também aqui em Minas Gerais. Os metalúrgicos estão começando a responder essa provocação com a intensificação da mobilização no interior das fábricas.

Esse é o caminho a seguir companheirada. Provocação se responde com mobilização. Só vamos conquistar nossas reivindicações, através da luta. E luta se constrói com a participação de todos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro − dois =