12º Congresso da CUT

postado em: Notícias | 0

Com a participação de 1221 delegados (57%) e 933 (43%) delegadas que representaram 19 ramos, 26 estados e o Distrito Federal e a presença dos 208 delegados e delegadas internacionais representando 72 países, foi realizado, em São Paulo, de 13 a 17 de novembro de 2015 o 12º Congresso Nacional da CUT.

Com o Slogan “Educação, Trabalho e Democracia – direito não se reduz se amplia” o congresso aprovou propostas que reafirmam a defesa e da democracia e a ampliação dos direitos.

A CUT é parte de um processo de unidade da esquerda para construir alianças estratégicas com os movimentos sociais e partidos de esquerda para o enfrentamento do conservadorismo e dos ataques à democracia e à laicidade do Estado no Brasil. Hoje a CUT constrói as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo . É papel da Central unificar os esforços contra a direita, a intolerância, o ódio de classe e o golpismo que ameaça a liberdade da Classe Trabalhadora e do povo pobre.

Vários foram os momentos marcantes do 12º congresso a CUT: a emocionante abertura com a presenças dos ex-presidentes Pepe Mujica (Uruguai) e Lula e da presidenta Dilma, a apresentação do relatório da comissão da verdade, o lançamento da jornada anti-imperialista e 10 anos de derrota da Alca e da década internacional dos afrodescendentes. E também a apresentação do relatório do 8º encontro Nacional de Mulheres da CUT como parte das resoluções do Congresso. Esse momento também reafirmou o novo momento que será vivido pela nossa central com a aplicação da paridade entre homens e mulheres na direção nacional e as direções estaduais.

Por isso é fundamental sairmos do Congresso com o compromisso de lutar pela democracia e a ampliação dos direitos imediatos e históricos da classe trabalhadora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × quatro =