FIEMG apresenta nova proposta que não atende aos metalúrgicos de Minas

postado em: Notícias | 0

Na reunião de ontem (19), a FIEMG apresentou uma proposta de reajuste de 5% em fevereiro de 2017 e 1% em maio de 2017.

A comissão dos trabalhadores recusou a proposta em mesa e deixou uma nova proposta de 9,7% de reajuste a partir de 1º de outubro, que equivale ao INPC até setembro, mais 0,5% de aumento real, abono de R$660,00 para empresas que não possuam PLR, extinção da primeira faixa do piso salarial e correção pelo mesmo índice do reajuste, garantia de emprego até 31 de dezembro de 2016.
A próxima reunião de negociação será no dia 26/10 (quarta-feira) às 10 h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − quinze =