Campanha Salarial 2016 dos metalúrgicos de Minas

postado em: Notícias | 0

Ontem (26/10), a comissão dos metalúrgicos se reuniu, mais uma vez, com a Fiemg  para as negociação da campanha salarial deste ano.  A patronal apresentou sua proposta econômica e também  algumas alterações nas cláusulas da CCT.

Alterações na CCT

– Adiantamento do 13º salário ( a única alteração será a especificação da data do pagamento do retorno de férias);

– Abono por aposentadoria, no qual foi retirados os parágrafos 1º e 2º;

– Garantia ao empregado em vias de aposentadoria:  no caput será colocado “ que fica assegurado o emprego ou indenização equivalente aos valores dos salários que receberia durante o período que faltar para aquisição do direito, acrescido de um percentual correspondente aos reflexos(FGTS, Férias, 13, etc.) a que faria jus;

– No parágrafo que fala da permanência do trabalhador na empresa, fora do horário de trabalho, aceitaram o acréscimo do o termo, “sob pena de se caracterizar horas trabalhadas”;

Proposta econômica e de compensação de jornada

– Na compensação de jornada,  colocaram o limite até o dia 31 de março de 2018 para a compensação das horas positivas;

– O reajuste proposto foi de 3% em janeiro de 2017, 2% sobre maio de  2017 e 3% sobre julho de 2017;

– Abono único e especial para empresas que não tem PLR de R$450,00, pago de uma única vez em fevereiro de 2017.

Por considerar que essa proposta econômica não atende a expectativa da categoria, a comissão dos trabalhadores a recusou e apresentou uma contraproposta com as seguintes reivindicações:

– 9,15% (INPC) pago sobre o salário de  1º de outubro 2016.

– Abono de R$632,50 pago até 30 de novembro de 2016 para todas as empresas.

Uma nova reunião ficou marcada  para o dia 27 (quinta-feira), às 14h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + vinte =