Luta contra a reforma da Previdência leva 100 mil às ruas de Belo Horizonte

postado em: Notícias | 0

Em mais um ato histórico, cerca de 100 mil pessoas saíram às ruas de Belo Horizonte, nesta quarta-feira (31), para lutar contra a reforma da Previdência, a reforma trabalhista, a terceirização e toda a pauta do governo golpista ilegítimo de Michel Temer. A manifestação do Dia Nacional de Mobilização foi organizada pela Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT/MG), CTB, demais centrais, Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, movimento sindical, movimentos sociais, estudantis e populares. Os manifestantes cantaram: “Fora, Temer” e “Ou para esta reforma, ou paramos o Brasil”.

A marcha começou por volta das 17 horas, na Assembleia Legislativa, após o encerramento do primeiro dia do Congresso Extraordinário da CUT/MG, que termina neste sábado. Dialogando com a população, que apoiou o protesto, os manifestantes se dirigiram para o Centro da capital mineira, passando pela Praça Sete e encerram o ato, com atividade cultural, na Praça da Estação, assim como aconteceu no dia 15 de março. A mobilização serviu como ensaio e preparação da greve geral do dia 28 de abril.

“Esta luta uniu as Frentes, as centrais, os sindicatos, os movimentos e estamos ampliando nosso diálogo com as bases e com a população. Quem luta sozinho está derrotado. Vamos ser milhões por um projeto brasileiro, não das elites, não dos bancos. Somos 100 mil nesta sexta-feira nas ruas da capital mineira contra a reforma da Previdência. E muitos outros atos e manifestações acontecem no interior de Minas e em outros Estados”, afirmou Beatriz Cerqueira, presidenta da CUT/MG.

Fonte: CUT/MG

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =