10,78% DE REAJUSTE: METALÚRGICOS VÃO LEVAR PROPOSTA DE ACORDO PARA ASSEMBLEIA COM TRABALHADORES

postado em: Notícias | 0

Os metalúrgicos de Minas vão levar para assembleia com os trabalhadores a proposta de renovação das cláusulas econômicas e sociais da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT 2021/2022), com o índice de reajuste salarial de 10,78% parcelado em duas vezes, 5,39% em outubro e 5,39% em janeiro de 2022.

A comissão de trabalhadores, formada pela FEMCUT-MG, FITMetal e Femetal, e a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) chegaram nessa proposta econômica durante reunião realizada nessa segunda-feira, 25 de outubro.

O documento que será levado para assembleia com os trabalhadores propõe ainda um abono único e especial, para quem não recebe PLR, de R$ 230,00, para empresas com menos de 10 empregados, e R$ 450,00, para empresas com mais de 10 trabalhadores, que serão pagos em fevereiro de 2022, de uma única vez.

Todas as faixas de piso salarial também serão reajustadas nos mesmos moldes do reajuste salarial. A primeira faixa de piso, para empresas com até 10 trabalhadores, será, a partir de janeiro de 2022, de R$1.362,19.

O piso salarial nas empresas com mais de 10 e até 400 empregados será de R$1.395,10. Estabelecimentos com mais de 400 e até 1000 funcionários, o salário inicial será de R$1.488,79. Nas empresas com mais de 1000 trabalhadores, o piso será de R$1.840,74.

Todas as outras cláusulas econômicas da CCT serão reajustadas com o índice de 10,78%.

O local e a data da assembleia para votar o acordo serão informados aos trabalhadores posteriormente. Depois de aprovado, o acordo será assinado e os trabalhadores terão garantia de emprego ou salário durante 30 dias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + um =