FIEMG ABRI CAIXA DE MALDADES JÁ NA PRIMEIRA REUNIÃO DA CAMPANHA SALARIAL

postado em: Notícias | 0

Durante a primeira reunião de negociação da Campanha Salarial Unificada dos Metalúrgicos de Minas 2022/2023, realizada nessa terça-feira, 6 de setembro, entre a comissão de trabalhadores e a FIEMG, a patronal já abriu sua caixa de ferramentas.

Ao invés de discutir às reivindicações dos metalúrgicos, a FIEMG apresentou nova proposta, com retirada de direitos e mais exploração da mão de obra.

A FIEMG quer inserir na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) cláusula que autoriza o trabalho aos domingos e feriados. Para a patronal, o metalúrgico merece ter apenas uma folga no fim de semana depois de sete domingos trabalhados.

Outra cláusula proposta pela FIEMG é sobre aposentadoria por invalidez. A patronal quer ter o direito de demitir, sem justa causa, o aposentado por invalidez, 12 meses depois que o empregado adquirir o benefício.

As maldades da FIEMG não têm limites. Ela propôs redação que obriga o metalúrgico chegar mais cedo na fábrica para fazer a troca de uniforme antes de registrar o início da jornada de trabalho.

Além de tudo isso, a FIEMG não quer considerar tempo à disposição do empregador o deslocamento do metalúrgico que for realizar serviços externos, mesmo que seja fora do município onde reside o trabalhador (a).

As próximas reuniões entre trabalhadores e patronal serão nos dias 16 e 23 de setembro, de forma online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 2 =