TRABALHADORES E SINDICATO MOBILIZADOS NA LUTA POR PLR E VALORIZAÇÃO

postado em: Notícias | 0

Mobilização e luta na portaria da Aethra Centauro marcou a quarta-feira, 26. Na entrada e saída dos turnos da manhã e central o Sindicato dos Metalúrgicos de BH/Contagem e região reuniu os trabalhadores (as) em defesa de uma PLR digna.

Sindicato e comissão de trabalhadores que negociam o acordo de Participação nos Lucros e Resultados (PLR 2024) reivindicam o valor de R$8.200,00, enquanto a empresa propôs uma PLR que pode chegar ao máximo de R$5.750,00, se 100% das metas forem alcançadas.

“A produção e o faturamento da Aethra estão em alta. Prova disso é o número de horas extras realizadas na fábrica e o acordo de horários de letras vigente na empresa”, disseram os diretores do Sindicato que trabalham na empresa.

O Sindicato luta também pela equiparação salarial. Segundo informações dos trabalhadores, tem funcionário recebendo até R$1.000,00 a menos que o colega da mesma função e com menos tempo de casa.

PRÁTICA ANTISINDICAL

Numa tentativa de impedir que o Sindicato reunisse os trabalhadores da Aethra na portaria da empresa, nessa quarta-feira, para lutar por uma PLR digna, a empresa orientou que os ônibus entrassem no interior da fábrica. O Sindicato se posicionou impedindo a entrada dos veículos.

Numa atitude truculenta, o chefe dos transportes ordenou aos motoristas que passassem por cima dos diretores do Sindicato que estivessem na frente do ônibus, mas os trabalhadores pediram para abrir a porta dos carros e desceram para participar do ato.

O Sindicato repudia esse tipo de prática e reafirma não recuar um milímetro na luta em defesa dos direitos e pela valorização dos metalúrgicos e metalúrgicas da Aethra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + dez =